sábado, 29 de novembro de 2008

A xistose

A xistose
No Brasil, a esquistosomose, popularmente conhecida como xistose, barriga d’água ou mal do caramujo, atinge milhões de pessoas. O verme causador dessa doença pode ser encontrado em várias fases do seu ciclo evolutivo: como verme adulto (macho e fêmea), ovo, miracídio, esporocisto e cercária.
A transmissão ocorre pela penetração ativa das cercárias na pele e mucosa humanas, principalmente através da pele dos pés e pernas.
Os vermes adultos vivem no sistema circulatório do homem, onde vão parar após atingir o fígado. Sofrem aí sua maturação sexual e, em seguida, iniciam a deposição de ovos. Os ovos são expelidos pelas fezes humanas e alcançam a água; aí eclodem e saem os vermes, na forma de miracídios, que nadam para o caramujo e nele penetram, transformando-se em esporocistos. Evoluem então para a fase de cercárias, que saem do caramujo e nadam até alcançar, mais uma vez, o homem.
Os sintomas dependem de vários fatores, como o tipo e a quantidade de parasitas adquiridos, a idade, o estado nutricional e a capacidade de defesa da pessoa. Antes da postura de ovos, o doente pode sentir apenas mal-estar, com ou sem febre, tosse e dores nos músculos. Iniciada a fase aguda, mais ou menos 2 meses após a infecção, a disseminação dos ovos, principalmente no intestino e fígado, provoca uma reação e o paciente apresenta mal-estar, emagrecimento, alergias, tosse, diarréia, fígado e baço aumentados. Na fase crônica, os sintomas variam dependendo de qual órgão do corpo foi mais atingido. Caso tenha sido o intestino, a pessoa tem dores de barriga e diarréia; se fígado, este cresce de tamanho, fica doloroso à palpação e, com o passar do tempo e o aumento das reações, tende a encolher e a endurecer suas fibras, causando dificuldades para a passagem do sangue. O sistema circulatório ficará prejudicado, causando comprometimento até do coração. Com a evolução da doença, todo o organismo se ressente. O doente apresenta barriga d’água e, às vezes, varizes no esôfago, que provoca vômitos de sangue vivo.
Os exames clínico e de fezes fecham o diagnóstico e o tratamento é feito com medicamentos apropriados. O tratamento da população afetada pela doença, a melhoria do saneamento básico, o combate aos caramujos transmissores e a educação em saúde constituem as medidas de controle dessa doença.
Este texto apresentou as principais verminoses que atingem milhões de pessoas - principalmente as crianças - dos países do mundo de clima quente e nos quais a pobreza e as precárias condições de vida são uma característica social importante. Vimos que todas as verminoses são causadas por parasitas que têm no homem seu hospedeiro. Afetando a saúde e prejudicando em graus diferentes a capacidade e disposição para a vida, para o estudo e para o trabalho, as pessoas acometidas dificilmente se livram dos vermes em definitivo, pois mesmo que sejam tratadas voltam a se reinfectar e a adoecer novamente, caso permaneçam inalteradas as situações de vida que originaram a fácil transmissão dessas doenças

2 comentários:

Maria Soares disse...

ola meu nome maria soares sou brasileira mas moro em englaterra bom outubro de 2011 foi afetada por essa doenca sentia alergia mal estar diarreia muitas dores na barriga e perdi nove quilos em 3 semanas ja nao tinha apetite entao procurei mei medico e lhe disse o que se passava ele me examinou e disse que era pra me fazer alguns exames de sange entao fiz mas nao deu nada ela me desse que talvez era stress me receitou creme fui pra casa em seguida ja comecei a usar depois de 2 semanas voltei denovo por continuava a muita coseira no meu corpo ela me deu mais cremes e denovo e dinovo rebentei muitas varizes ele dizia e era normal entao foi ete julho de 2012 quando fui ao brasil de ferias e consultei um medico ele me mandou fazer colonoscopia foi ai que descobri a que tinha xistose no entestino e hoje 03 setembro foi checar na internet o que e esta orrivel doenca obrigada

glaubersantos disse...

HA MAIS OU MENOS UMA SEMANA COMECEI A SENTIR COCEIRA PELO CORPO E NA CABEÇA, NOSSA NÃO DURMO Á NOITE. PEQUENAS ALFINETADAS NA CABEÇA SERA QUE É XIS TOSE?